O meu coração gritava “gratidão”

O meu coração gritava gratidão

Foi quando a chuva chegou bem devagar e, dessa vez, você não se assustou com ela. Os medos partiam e você sentia algo que não sabia explicar, mas se perguntava porque nunca mais quis sentir aquelas gotas que vinham do céu. Você não queria mais sair daquele lugar, fechava os olhos e só queria sentir aquele momento.

Eu também quis sentir o que sentia, foi então que me aproximei e seus olhos se abriram lentamente… e também seu sorriso aumentava. Eram os segundos mais lindos ao seu lado que poderiam se tornar minutos ou horas, mas eu só queria a sua presença, sentindo o que vinha do alto.

Então senti que minha voz deveria expressar o que meu coração tanto desejava e, enquanto minha voz chegava aos seus ouvidos, a chuva escondia suas lágrimas, mas eu sabia que elas saiam de seus olhos e expressavam o mesmo amor que eu sentia. Os meus e seus sonhos se tornavam realidade ali… Eu já não sabia há quanto tempo eu esperava por aquele momento.

O silêncio surgia, os sorrisos e as lágrimas continuavam. Meu coração queria se unir ao seu e os nossos corações, juntos, queriam se entregar Àquele que escrevia aquela história. Tocar o seu rosto gelado foi incrível, me aquecia…

O tempo passava, a chuva cessava e o sol, devagar, começava a surgir… nos iluminava. Era um novo tempo que se concretizava, o meu coração gritava “gratidão”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s